Ciclone extratropical e frente fria causam chuvas intensas e fortes rajadas de vento na Região Sul nos próximos dias

Os totais de chuva poderão ultrapassar os 200 mm em algumas localidades e as rajadas de vento podem ultrapassar os 80 km/h

Ciclone extratropical e frente fria causam chuvas intensas e fortes rajadas de vento na Região Sul nos próximos dias

Desde o final do último domingo (1), a presença de áreas de instabilidade na Região Sul já ocasionou muita chuva. Em Bom Jesus (RS), por exemplo, o total de 227,6 mm já ultrapassou a média para todo o mês de maio que é de 118,9 mm. Em Vacaria (RS), o total foi de 226,8 mm em apenas três dias.

Totais de chuva entre os dias 1/5 e 3/5 (até às 9h):


A partir do final do dia de hoje (3), a formação de uma frente fria na Região Sul do Brasil favorecerá a ocorrência de mais chuva e fortes rajadas de vento em áreas dos três Estados da região.

Amanhã (4), o ciclone extratropical associado a essa frente fria se intensificará causando ventos fortes, acima de 80 km/h, em localidades próximas à costa da Região Sul. Além disso, entre hoje e a manhã de quinta-feira (5), os totais de chuva previstos para o nordeste do Rio Grande do Sul e leste de Santa Catarina poderão ultrapassar os 100 mm, novamente.

Total de chuva previsto entre hoje e a manhã do dia 5/5. Áreas em cinza indicam previsões de totais de chuva superiores a 125 mm nas próximas 48h.

Total de chuva previsto entre os dias 03 e 05/05 pelo modelo do Inmet.

Ainda entre os dias 4 e 5 (quarta e quinta-feira), a frente fria se deslocará para a Região Sudeste. Há previsão de rajadas de vento e chuva, mas sem a mesma intensidade ocorrida na Região Sul.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) orienta os moradores a ficarem atentos aos Alertas das Defesas Civis de suas cidades. As previsões de tempo e avisos meteorológicos do Inmet podem ser acompanhados nos endereços: portal.inmet.gov.br e http://alert-as.inmet.gov.br

O Inmet é um órgão do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e representa o Brasil junto à Organização Meteorológica Mundial (OMM) desde 1950.

Informações à Imprensa
Maisa Pereira de Souza - Inmet
imprensa@agro.gov.br