Equador segue exemplo do Brasil e acordo com médicos cubanos chegou ao fim

Medida foi anunciada pela Ministra do Governo, María Paula Romo

Equador segue exemplo do Brasil e acordo com médicos cubanos chegou ao fim

A Ministra do Governo, María Paula Romo, anunciou que o Governo Nacional decidiu encerrar os acordos de cooperação em questões de saúde que ela tinha com Cuba.

Segundo Romo, isso implica o término dos vínculos contratuais das casas de saúde equatorianas com 400 médicos do país do Caribe.

Romo explicou que esses lugares serão preenchidos por médicos equatorianos.

O ministro ressaltou que o Ministério da Saúde não fará mais esses acordos.

A esse respeito, afirmou que, com a modalidade acordada, os salários não eram pagos diretamente aos médicos, mas eram pagos diretamente pelo serviço prestado ao governo de Cuba, que por sua vez pagava os médicos.

Na próxima semana, haverá uma chamada para especialistas nacionais para se candidatarem a vagas que serão gratuitas nos diferentes hospitais do país, para que os cidadãos não fiquem sem assistência.

Além disso, o ministro continua a investigação sobre a entrada de 250 pessoas de nacionalidade cubana com o uso de passaportes diplomáticos nos dias anteriores às manifestações ocorridas no início de outubro.

Fonte: ElTelégrafo